terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Considerações sobre o pedestrianismo

O pedestrianismo é uma actividade desportiva, não competitiva, praticada essencialmente em ambientes naturais, obtendo os seus praticantes os benefícios inerentes à prática de actividades de ar livre, funcionando ainda como uma forma de escapar ao stress e sedentarismo do dia a dia vivido nas cidades, permitindo ao mesmo tempo um maior conhecimento de nós próprios.

Pelo facto de ser praticado na natureza, o pedestrianismo proporciona uma interacção que incentiva a observação desse meio, levando a um maior conhecimento dos valores naturais (faunísticos, florísticos, geológicos, etc.), o que deve contribuir para promover o seu respeito, através da sensibilização e educação ambiental dos pedestrianistas.
Embora os interesses económicos nos façam viver num mundo cada vez mais urbano e poluído, as preocupações ambientais têm também aumentado. No entanto muitas pessoas não sabem que na génese do termo Ecologia estão as palavras gregas oikos, que se traduz por "casa", e lógos, que significa "estudo". A Ecologia é, assim, o ramo da Biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o meio ambiente, com o qual interagem.
A intervenção humana tem vindo a alterar, de forma crescente, a evolução normal dos ecossistemas, desestabilizando o seu frágil equilíbrio e provocando cada vez mais a sua destruição, eliminando em poucos anos aquilo que a evolução natural levou milhares ou mesmo milhões de anos a criar.
Assim, chegamos ao paradoxo do pedestrianismo que, se por um lado leva o ser humano a valorizar a natureza e a aproximar-se dela com o objectivo de a fruir, por outro, se não forem seguidas certas regras de conduta, pode ter impactos muito negativos e promover a degradação, ou mesmo a destruição, de áreas de grande riqueza natural.
Devem por isso, na prática do pedestrianismo, ser seguidas regras de comportamento que, não só preservem o meio ambiente, mas que promovam de forma activa a sua conservação, devendo ter-se sempre em conta, na programação das actividades, os efeitos negativos que uma carga elevada de visitantes pode ter sobre o meio ambiente dos locais a visitar, e conceber e aplicar medidas que minimizem esses impactos. Como regras fundamentais, a seguir na prática do pedestrianismo, salientam-se as seguintes:

· Observar a fauna à distância, de preferência através de binóculos.
· Evitar ruídos e atitudes que perturbem a paz local.
· Seguir por trilhos o mais possível, evitando o corta-mato e o pisoteio da vegetação.
· Não colher nem danificar plantas ou rochas.
· Ter cuidado com o fogo, não fazendo fogueiras nem fumando em locais e períodos particularmente sensíveis.

· Não abandonar lixo, recolhendo, quando possível, o que outros abandonaram.
· Respeitar as recomendações e restrições das autoridades responsáveis pelas áreas protegidas.

Estes princípios encontram-se quase totalmente sintetizados na frase, que deve ser um lema para todos os pedestrianistas: "Não deixar mais que pegadas, não levar mais que memórias e fotografias."

  Este texto baseia-se num artigo de Carlos Serra no site “alagamares.net” sobre o Pedestrianismo e o meio ambiente de 03.07.2007.

10 comentários:

Darasola disse...

Olá colegas caminheiros!
Decidi criar um fórum para dinamizar a troca de informações sobre o pedestrianismo e as caminhadas.
Usem-no para divulgar as vossas actividades e contactarem outros caminhantes.
Registem-se e coloquem informações sobre o que quiserem (desde que seja caminhadas)
O endereço é http://darasola.forumeiros.com, divulguem-no!
Boas caminhadas
Darasola

Anônimo disse...

Muito interessante, votos de bom trabalho e melhores caminhadas. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

PEGADA e BOTA disse...

Boas
Obrigado pelo comentário, é para nós uma satisfação saber que gostou do blog. É também com agrado que vemos cada vez mais pessoas a aderir ao pedestrianismo
e aos encantos da Natureza.
Desde já ficamos disponíveis para
qualquer eventualidade e queriamos pedir autorização para colocar vosso link no nosso blog.


Saudações Montanheiras
Pegada e Bota

fernando_vilarinho disse...

Viva!

Endereço os melhores votos para a Associação de Pedestrianismo da Feira.
Espero que realizem muitas e interessantes actividades.

Saudações montanheiras,
fernando

João Soares disse...

Caro António Castanheira e amigos
Muito grato pelo comentário.
O vosso blogue já consta do meu Dossier Montanhas.
Boas caminhadas.
Um abraço

Paz disse...

Saludos amigo ... ha sido placentero leer tu blog .

Paz/

david santos disse...

Olá, António!
Tudo bem? Um abração do "velho" David.
Abraços e o melhor do mundo para si.

Até sempre::::::::........

David Santos

david santos disse...

Olá, António!
Felicidades para si, meu grande amigo.
Se houver um quarto ou uma casa barata para eu e a minha esposa passarmos uma semana por aí, diga-me. Tem que ser mesmo muito barato. Pois as coisas estão terrivéis. Se conseguir, diga-me até à primeira semana de Agost, ok.
Abraços e tudo de bom para si.


David Santos

Naty e Carlos disse...

Que o seu Natal seja cheio de paz e harmonia
em companhia dos amigos e da família.
Que a passagem deste ano
renove e revigore
em todos nós a esperança
de saúde,
prosperidade,
bem estar
e felicidade.
Boas Festas

Anônimo disse...

Caro Sr. Antonio Castanheira.

Gostaria de entrar em contacto consigo.

Quando tiver oportunidade envie-me um e-mail usando o endereço cristiano.tav@hotmail.com

Despeço-me agracendo a atenção.

Cristiano Tavares